top of page

Primavera de Marta - Mensagem do dia 25.08.2022



Quando um homem alcança a exata compreensão do sentido existencial, todas as suas referências passam por uma profunda transformação. Tudo se lhe faz diferente da craveira comum.


Ergue-se cada manhã com propósitos nobres, começando o dia na luz da oração.

Maneja portas e janelas na intimidade doméstica sem agressividade, buscando preservar a própria paz e não criar tumulto em familiares próximos.


Alimenta-se com o que tem e seu sentimento de gratidão pelo dom da vida torna-se uma perene oblata ao Senhor.


Busca o trabalho com pontualidade e otimismo, emprestando ao ofício no mundo suas melhores energias. Encontrando colegas amargos ou neurastênicos, para cada um terá uma palavra gentil ou um silêncio curativo.


Doará seu melhor sorriso no atendimento ao público, já sabedor que renteará com agressivos e distônicos, desajustados e aflitos.


Na medida do possível, ajudará a resolver questões onde outros desistiram. Situará a alegria como embrulho nos produtos que empacota ou nos serviços que agiliza.


Perceberá que farpas mentais estarão sendo disparadas por agentes das sombras, assalariados do mal e empreiteiros do crime, mas conservará a serenidade diante do desequilíbrio, a ética ante a desonra e a verdade face à mentira.


Surgindo um momento de ruptura ou distúrbio no ambiente onde adquire honestamente o ganha pão, emprestará a voz à concórdia, criando pontes em lugar de abismos, identificando boa vontade onde outros desejam destacar vícios e perturbação.


Designado pela chefia para essa ou aquela tarefa espinhosa, emprestará suas melhores disposições para realização da missão com o êxito esperado.


Em sobrevindo alguma frustração, buscará refazimento na oração gratulatória, cumprindo rigorosamente seus deveres junto a colegas e superiores hierárquicos.


Terminado o labor profissional, deixará tudo em ordem e limpeza impecável para o novo dia ou para os colegas do turno noturno.


Demandando o lar ou a instituição onde cultiva essa ou aquela filosofia religiosa, levará consigo a disposição de servir sem retribuição e honrar as atividades livremente abraçadas, não obstante o cansaço do dia.


Para cada irmão de ideal que venha a encontrar, terá uma palavra amiga, um caso engraçado ou uma história que edifique. Nada tendo que falar, fará do seu silêncio porta ao refazimento e santuário aos tombados do mundo.


Onde a sombra negreje, acenderá modesta lamparina, dissipando a escuridão de algumas almas.


Semeará esperança onde o terreno desponta pessimismo, fé em meio à incredulidade, alegria em corações rabugentos, paz entre exaltados e coragem nos que desistiram de sonhar.


No rumo do lar onde se acolhe, constará que não fez tudo que podia, mas buscou executar o que era possível, de acordo com suas possibilidades.


Retomando o convívio com familiares, identificará que nem todos tiveram um dia de ouro e alguns, em pensamentos e vibrações, ainda não saíram do dia anterior ou estacionaram nas depressões a que se acostumaram por indolência ou viciação contumaz.


Não se furtará de ajudar essa ou aquela alma querida, sem perder o próprio equilíbrio.


E buscando novamente os lençóis para o indispensável refazimento corporal, mesmo exausto, não se esquivará de minutos breves de oração e silêncio interior, a si mesmo se interrogando se fez tudo que podia pela harmonia e pela paz.


Constatando que ficou um saldo residual de possibilidades não exploradas, não convidará a culpa para dividir o leito, nem se aconselhará com o travesseiro, mergulhando na inquietação inútil e usurpadora do descanso noturno. Perguntará a si mesmo: e se Jesus estivesse no meu lugar no dia de hoje, que teria feito onde estive e com quem estive?


Mesmo que não obtenha uma resposta, confiará que ontem esteve com Ele, hoje caminhou com Ele e amanhã a marcha continua, apontando rumos libertadores para Ele, alfa e ômega da evolução terrestre.


Daqui a pouco novo dia.

Bom dia!


Marta

Salvador, 25.08.2022

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page